jan 282020
 

Carimbo da Censura, ano de 1988

O Regime Militar no Brasil e a censura na Música Popular Brasileira (e no Rock Gaúcho).

Numa época onde as ‘demo tapes’ proliferavam sem a preocupação da regra, para que fossem lançados os discos teriam que cumpri-las. Das ‘demo-tapes’, podemos mencionar a coleção da VORTEX, incluindo a banda Os Cascavellettes, coletâneas de punk rock, Kadafi, Justa causa, ORTN, por exemplo, apresentavam suas criticas ‘bem diretas’ ao governo. No entanto, algumas canções ‘passaram batidas’ e se livravam do ‘crivo policial’ e outras chamavam a atenção das autoridades e teriam que ser estampadas no disco, não rodar as musicas nas rádios ou em público – algo que a Ipanema nem sempre obedecia. O texto a seguir é uma adaptação de outros para ilustrar o período. Comparando com as datas de lançamento dos discos de Rock Gaúcho, é possível saber quem teve que ‘dar explicações na policia’.


Em 2 de abril de 1964, os militares, derrubaram o governo de João Goulart e tomaram o poder. Sob o pretexto de ‘redemocratizar o país, limpando-o da escória, como comunistas e outros seres pensantes’ (possíveis ameaças à ditadura), inaugurou-se um período de terror (e vergonha) nas terras tupiniquins.

Depoimento de Cláudio Spritzer (Banda de Banda) no perfil do jornalista Juarez Fonseca (em rede social)

Um grupo que se destacou na luta contra a opressão foi o dos artistas: atores, músicos, cineastas, artistas plásticos, poetas, escritores, e cada um contribuía com o que melhor sabia fazer, questionando os fatos e informando a população, apesar de censurados pelos órgãos opressores. (foto 1)

Na década de 60, a censura tentou calar quem tinha algo a falar. Os documentos referentes à censura de letras musicais, guardados na coordenação regional do Arquivo Nacional em Brasília, equivalem a 597 metros de papéis enfileirados.

O Rock Gaúcho dos anos 80 também teve suas ‘canções censuradas’. Bandas como Os Replicantes, Os Garotos da Rua, Os Eles, o Nei Lisboa entre outros, bem como a ‘recordista de canções censuradas’ Banda de Banda (foto 2). Nestes casos, registros do compacto – clássico – ‘Xis Galinha’ e uma faixa ‘Com Caína’, da coletânea Rock Garagem.

Ilton, produtor da banda ‘Os Eles’ nos relatou que seguidamente estava na PF, solicitando a liberação de músicas da Banda, pois estava atrasando o lançamento do disco.

Somente no dia 03 de agosto de 1988 é celebrado o fim da censura no Brasil. Essa data remete ao dia em que a Constituição foi outorgada.

Sendo assim, após esta data, as letras não passavam mais pela ‘censura’.

Da Redação do Relicário.

 Leave a Reply