abr 202018
 

Em 1983, Edu K (guitarra) e Gustavo “Xis” Aguirre (voz) fundam a banda Fluxo de Energia em Foz do Iguaçu (PR).

Em 1984, já em Porto Alegre, recrutam Biba Meira (bateria) e Carlo Pianta (baixo) e mudam o nome da banda para Fluxo.

Após um curto período de tempo, Carlo Pianta sai da banda e Leandro Martins assume o baixo. Com essa nova formação gravam a música “Nosso amor dançou” para a coletânea “Rock Garagem”, em outubro de 84.

Ainda em outubro fazem um show no Circo Norte-Americano, em Porto Alegre, juntamente com as bandas Urubu Rei e Os Paralamas do Sucesso. Em dezembro desse mesmo ano se apresentam no Araújo Viana, no show de lançamento do Rock Garagem.

Vem o ano de 1985 e a banda se divide, ficando na Fluxo o Xis e o Leandro, enquanto que Edu K e Biba Meira formam o DeFalla, juntamente com Carlo Pianta. A formação da Fluxo agora tem Xis (vocal), Leandro Martins (baixo), Gerson Soares (guitarra) e Eduardo Godolfim (bateria). Com essa formação gravam um compacto duplo, em outubro de 1985.

Logo após a gravação do compacto, Xis e Eduardo deixam a banda (Xis passa a tocar guitarra na banda Justa Causa). A nova formação da Fluxo tem agora Leandro Martins (baixo e voz), Gerson Soares (guitarra), Sergio Gomes (teclado) e Geraldo Dutra (bateria).

Com essa formação fazem vários shows em 1986 e no ano seguinte a banda encerra as atividades. Leandro e Gerson (que já tocavam juntos na banda Crise, de Canoas, antes de entrarem para a Fluxo) formam a banda Esporte para Dois, tendo uma fita K7 lançada pelo selo Vortex em 1988, enquanto que Geraldo e Sergio vão para a banda Ato de Criação, que teve um LP lançado em 1990.

Texto: Samarone Silveira
Edição: Reinaldo Portanova

 

 Leave a Reply

error: Este site é destinado à leitura, consulta, audição e visualização dos videos.