jun 102020
 

O Astaroth lançou um único disco, “Na Luz da Conquista”, em 1986. Passados mais de três décadas o LP e mesmo o CD relançado 25 anos depois já são raridades. A Banda conquistou centenas de fãs no RS na segunda metade da década de 80 e que se espalharam pelo mundo. As clássicas “O Alienado” e “Deuses Vencidos” são ‘hinos de uma geração’ e permanecem vivas na memória de quem participou desta época.

Antes do disco e muito antes do CD com as bônus, existiu uma ‘demo tape’ com outras versões das mesmas canções. A data estimada seria entre 1982 e 1986, data da publicação das canções em duas coletâneas e lançamento do disco.

Uma ‘cópia da cópia’, que foi presenteada ao amigo @Cleiton.Krause, resgatamos ‘Cerbero’ e a ‘Semente Negra’. A qualidade fica à desejar, no entanto remasterizamos como foi possivel, em razão do ‘valor histórico’ que representa.

Nesta ‘fase da banda’ tocavam o ‘Heavy tradicional oitentista’, porém não demorou para desenvolverem seu próprio estilo. Suas letras falavam de temas tradicionais do Metal (que permanecem atuais) e temas falando sobre sentimentos e reflexões, como nas clássicas ‘Deuses Vencidos’ e ‘O Alienado (Rock Garagem 1984 e Porto Alegre Rock, respectivamente).

De 1982, a formação (clássica):

Guto (vocal)
Ivan Zukauskas (guitarra)
Marcelo Fornazier (Guitarra)
Eduardo Urso (baixo) e
Roberto Arbo (Batera)

“Este disco é dedicado a Clark Gable e a todas as pessoas que não acreditaram em nós” é a frase destaque do disco ‘Na Luz da Conquista’, de 1986 com nove faixas em português, produção fonográfica da Alpha Centaurus Produtora e a produção musical do Paulo Schneider e do Guto, vocalista da Banda. Relançaram o mesmo disco em CD no inverno de 2011, com faixas originais remixadas e duas faixas inéditas, “Semente Negra I” e “Almas Feridas”. Paulo “Dr. Rock” Andrade foi a pessoa que teve a
idéia e conseguiu convencer a Banda re-editar as
faixas bônus do CD, quase 25 anos depois do LP.

Nossos agradecimentos ao @Cleiton.krause por ceder estes e outros ‘resgates implacáveis’ aos leitores do @relicario.do.rock.gaucho

 Leave a Reply