out 241986
 

Altas e baixos no Rock Gaúcho: Os Eles, Virgem Atômica, Banda de Banda e o duo Quintal de Clorofila estavam fazendo shows e tinham planos, já o Defalla, mesmo no palco, ensaiava seu primeiro ‘desmanche’.

O Defalla recém tinha gravado a demo tape de seu primeiro disco e estava prestes a se separar – notícia ainda não confirmada – faziam show na cidade de Pelotas (RS). Os Eles, que fazia a Tour do disco independente lançado, ‘Às Vezes se Perguntam‘, anunciavam novas canções: “Eu sou dark e não sabia”, “Jean”, “Sex Appel” e “Todo mundo tenta o Pulo”.

A banda de Heavy metal, Virgem Atômica, de São Sebastião do Caí (RS), gravou uma demo tape e preparavam o lançamento de seu primeiro disco até final do ano (1986). Para a prensagem de seu disco, nos estúdios da na RCA de São Paulo, venderam ‘800 bônus’ em sua cidade e tiveram ajuda (pequeno patrocínio) local. Nesta data realizavam show na cidade de Novo Hamburgo (RS).

A banda Virgem Atômica, de 1984, era formada por:
Paulo César Peters – Vocal
Marcos Fernandes – Guitarra
Mauricio Vitor – baixo
Luis Couto – Bateria

Banda de Banda, com uma nova formação (Ralf Peruffo assume a guitarra) e nova concepção (mais visceral e completo), também apresentava-se no mesmo dia. Eles estiveram em São Paulo, onde gravaram uma demo tape no estúdio da Vice e Versa, com as trilhas: ‘Não Temos Tempo’ e ‘P. A.’

E o duo Quintal de Clorofila, dos irmãos Negendre e Dimitri Arbo, tocavam seu instrumental – entre o jazz e o medieval – no Café Brasil, em Pelotas, com o espetáculo ‘Primitivo Sideral‘. Dia seguinte seria em São lourenço, ocasiões onde venderiam o ‘bônus’ para gravação de seu segundo disco independente.

Os Replicantes estavam no Rio de Janeiro realizando diversos shows.

Fonte: Jornal ZERO HORA, em 24 de outubro de 1986