jun 051984
 

Urubu Rei estreia no Renascença

[Urubu: uma mistura de música (dançante) e teatro]

Um dos novos grupos que mais tem agitado a cidade, o Urubu Rei, depois de se apresentar em vários bares, parte para um show em teatro e estreia hoje às 21h no Renascença, para uma temporada que segue até o fim do mês, sempre às terças e quartas.

Formado por alguns ex-integrantes do Taranatirica e da Cia. Tragicômica Balaio de Gatos, o grupo produz um trabalho de resultado essencialmente contemporâneo, partindo de ritmos latinos, africanos e do rock. Se fosse imprescindível dar-nos um rótulo, diz um dos integrantes, Carlos Eduardo Miranda, seria o tecnopop — “mas esse é um rótulo besta, não diz nada”. Ainda em uma tentativa de definição, ele avisa que o trabalho do Urubu Rei é “levemente intelectualizado”. E completa: “Mas a gente também está querendo ir se livrando dessa imagem”.

Basicamente, o grupo procura integrar várias artes, da música e teatro às artes plásticas que, somadas, resultam um “produto” original, que não pode ser comparado com o de nenhuma outra formação. Formam o Urubu Rei: Miranda nos teclados e vocal, Flávio Santos no baixo, Carlo Castor Daudt na guitarra, Biba Meira na bateria e as vocalistas Luciene Adami, Patrícia Cecato e Lila Vieira. No repertório, além de músicas do grupo, aparecem outras de autores como Jimmi Joe, Sérgio Endler, Ricardo Argemi e João Castanha. Algumas delas: ‘Nega Vamo Pra Boston’, ‘Coco’, ‘Quindim’, ‘Sugo Sangue’, ‘Vovó’, ‘One Player’ e ‘Funk do Coração’. A direção do show é de Renato Campão e João Castanha.

Em 2021, adicionamos as seguintes informações:

  • A data da publicação é dia 06 de junho de 1984, no Jornal ZERO HORA
  • Os dias dos shows foram: 5,6,12,13,19,20,26 e 27 de Junho de 1984; os shows nem sempre tinham boa lotação, no entanto, para a apresentação do dia 27/06, a Banda fez uma grande promoção, distribuindo convites e teve um encerramento de casa cheia. Este registro em vídeo existe e está sob os cuidados do Relicário do Rock gaúcho.

 Leave a Reply