jan 022022
 

Acervo encontrado da Rádio Ipanema FM (RS), algumas fitas de rolo. Lote que contém diversas cópias de ‘demotapes’, vinhetas da emissora, sobras de estúdio, entrevistas e alguns registros de shows. O Relicário do Rock Gaúcho está digitalizando com outros diversos itens e pubicando em nosso website.

É uma parte do lote doado pela Toca do Disco (Rogério Cazetta) ao Relicário. Este material foi adquirido pela loja em 2018 e estavam ‘acumulados’ em uma situação sem prevenção da ação do tempo. Parte do material teve que ser restaurado e criada novas matrizes. Um trabalho de algum tempo a ser concluído.

Alguns ítens deste lote:
Cheiro de Vida, Moreirinha & Suspiram Blues, Fughetti Luz, Mimi Lessa, TNT, Julio Reny, Santíssima Trindade, Byzarro, entre outras e gravações raras, utilizadas na programação da rá, pelo menos até os anjos 90.

  • Foto 1: Lote de ‘demotapes’, vinhetas da emissora, sobras de estúdio, entrevistas e registros de shows.
  • Foto 2: A fita do ‘Moreirinha’ [João Moreira]com as tracks ‘Expresso do Blues’ e ‘Gurizada Medonha’, gravados na ISAEC. Tem junto (emendada) ‘Tocha’, com o Fughetti Luz, Marcelo Truda e Duca Leindecker, considerado uma ‘sobra de estudio’, não é bem uma demotape.
  • Foto 3: ACERVO RELICÁRIO: Fita de rolo com MIMI LESSA E ORQUESTRA DE GUITARRAS + MARCELO TRUDA + GUERRILHEIRO ANTI-NUCELAR + take de show do EDU NATUREZA E GRUPO SOL& CHUVA, na ASSEMBLEIA LEGISLATIVA do RS, no Projeto PARALELO 30. (sem datas)
  • Foto 4: Fita de segurança da RADIO BANDEIRANTES, ano de 1981, quando era ‘o ponto alegre do seu rádio’ . Label (embalagem). O Nilton Fernando é o locutor em quase todos estes spots. Outros com a Bete Portugal e também um com Isaias Porto. Além de anuncios do programa ESTUDIO 576, tem as vinhetas do programa do Mauro Borba ‘Noite Alta’.
  • Foto 5: Documento da lista de anúncios da ‘fita de segurança’, assinado pelo técnico Walter.

O que eram as ‘fitas de segurança’? Eram as fitas que precisavam manter de arquivo, se caso o ‘dentel’ pedisse os spots comerciais para verificação (também conhecida como ‘a censura’). Era algo de praxe manter este acervo por muitos anos. Esta forma de acervo mudou depois que a Rádio mudou-se para o Estúdio na Sede da Rede Bandeirantes (‘no Morro’), onde eram mantidas outras duas rádios e todas com as ‘cópias de segurança’ eram arquivadas e que depois ficaram perdidas. Temos algumas desta época (da Bandeirantes, até o ano de 83), tão somente.

A forma de ‘montar a fita de segurança’ era com os spots originais, enviados em pequenos rolos, separados por uma ‘blank tape’, listados e arquivados. Em 1988, com o advento da promulgação da Constituição Federal de 1988, a regra adaptou-se. No decorrer dos anos a tecnologia avançou e a obrigatoriedade de manter arquivados os ‘spots comerciais’ passou a ser parte da ‘gravação de segurança da programação das emissoras’. Ainda existem as ‘fitas de segurança’ e no novo século registradas no formato digital.

 Leave a Reply

error: Este site é destinado à leitura, consulta, audição e visualização dos videos.