out 011985
 

A Banda URUBU REI foi um verdadeiro laboratório musical dirigido pelo Miranda e são raríssimas as gravações que existem, sobretudo ao vivo. Das mais conhecidas canções de sua autoria destacam-se: ‘Não me mande Flores’, com a banda Defalla; ‘Só mais uma Chance (‘Pin Up)’, com Os Replicantes; ‘Agora é tarde’, com Atahualpa Y Us Panquis. Estas canções citadas tiverem regravações diversas e sempre lembradas ao longo de seus mais de trinta anos de existência.

É a versão mais remota da canção ‘Só mais uma chance‘, que tem o apelido de ‘Pin Up’, com a banda que originou este ‘clássico do rock gaúcho’, a URUBU-REI. Possivelmente foi o último show com “as meninas vocalistas”, logo entraria o Julio Reny, que registrou esta mesma canção na coletânea ‘Zona Mortal’.

Na Urubu Rei haviam três vocalistas: Lila Vieira, Luciene Adami e Patsy Cecato (a Luciene mudou-se pra São Paulo pouco tempo depois) e o ‘mentor’ Carlos Eduardo Miranda; Flavio Flu Santos no baixo; Castor Daudt na guitarra e a Biba Meira na bateria. Este registro é de 1985, foi no Clube Comercial Sarandi, em Porto Alegre – RS.

Neste take, editamos a mensagem que o Miranda anuncia a presença da banda Os Replicantes, que quatro anos depois (1989) no disco Papel de Mau, ‘consagrou a canção’ que faz parte do repertório de shows e dos seus ‘grandes sucessos’. 

 Take original do áudio gravado pelo ‘Kina’ – Paulo Kuhn e re-editado com cenas do filme Heavy Metal de 1981, texto pesquisado e editado por Relicário do Rock Gaúcho em 2016.

Fonte do áudio: Paulo Kuhn no Facebook
Relicário do Rock Gaúcho